Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Ministério do Turismo
Início do conteúdo

Alegrete

Vista aérea

As origens de Alegrete datam de 1626 e estão ligadas às Missões Jesuítas espanholas O padre Roque Gonzalez foi o primeiro a desbravar suas terras, entrando na região pelo rio Ibicuí com o firme propósito de aumentar as reduções no sul do país. Porém, em 1801, Borges do Canto e Santos Pedroso, ambos rio-grandenses, conquistaram o território para a Coroa Portuguesa. Alegrete, Uruguaiana, Itaqui e Quaraí pertenciam a Missão de Yapeju. Sua sede era a margem direita do Rio Uruguai. Com a conquista desta região para o domínio português, muitos militares paulistas requereram direito à terra e em 1812, foi semeada a primeira povoação, com o intuito de guardar e defender a fronteira brasileira dos constantes ataques uruguaios. Mas mesmo com coragem e lutas dos brasileiros, índios e portugueses, seguidores do general uruguaio José Artigas, invadiram e queimaram o lugarejo, conhecido como Capela Queimada. Com o crescente progresso da freguesia, através do Decreto Providencial de 25 de outubro de 1831, foi elevada a categoria de Vila, demarcando seus limites e ganhando autonomia política. Com a eclosão da Revolução Farroupilha, em 1835, Alegrete torna-se no período de 1842-1845, a terceira capital da república sul-rio-grandense, e em 1857 é elevada a cidade.

Mapa do Rio Grande do Sul - Região de Três Coroas
Alegrete, RS
497Km de Porto Alegre