Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Ministério do Turismo
Início do conteúdo

Estrela Velha

Município situado na região Centro Serra do Estado do Rio Grande do Sul, possui terras férteis, patrimônio ecológico, e com o seu povo em parte descendente da colonização alemã e italiana sempre prontos para receber. Desfrute de sua culinária típica, ecoturismo e muitas festas e diversões...

Em 27 de abril de 1809, o Rio Grande do Sul (na época, Capitania Geral de São Pedro) foi dividido em quatro vilas: Porto Alegre, Rio Grande, Rio Pardo e Santo Antônio da Patrulha. Rio Pardo, a única do interior, englobava a maior parte do território gaúcho e quase desconhecido ainda. Essa divisão tinha como objetivo um melhor atendimento as necessidades locais, já que vários núcleos populacionais começavam a se espalhar pelo território.

A área atual do Município de Estrela Velha ficava, portanto, dentro dos Limites da Vila de Rio Pardo. Continuou sendo, mesmo após o desmembramento desta, em 1817 a 1832, com a criação das vilas de Cachoeira, Caçapava e Alegrete.

Criado em 1833, desmembrado de Rio Pardo, o município de Cruz Alta passa a ser assim constituído: primeiro distrito, Cruz Alta; segundo, São Martinho; terceiro, Botucaraí; quarto, Passo Fundo; quinto, Palmeira; sexto, São Miguel das Missões. Neste caso, a área de Estrela Velha estaria incluída no terceiro distrito, Botucaraí, que corresponderia à região de Soledade.

A Lei número 1197, de 30 de abril de 1879, repartiu o município de Soledade em cinco distritos e só em 1891 seria acrescentada ao nome do quinto distrito a parte correspondente a Estrela Velha, ou seja, na época Rincão da Estrela.

Em dezembro de 1927 é criado o município de Jacuí, atual Sobradinho. Com isso, parte da área atual do município de Estrela Velha passa a pertencer a ele. Com a instalação do município de Espumoso, em 1955, desmembrado também de Soledade, Sobradinho ganha mais uma parte, sendo estas terras pertencentes ao atual município de Estrela Velha.

Em 1964, é a vez de Arroio do Tigre se emancipar e dele faz parte todo o território do de Estrela Velha, dividido em dois distritos, o de Itaúba e o de Estrela Velha. São esses dois distritos que, com a Lei de Criação número 10.664 de 28 de dezembro de 1995, passam a constituir o novo município de Estrela Velha, funcionando administrativamente a partir de primeiro de janeiro de 1997.

A origem do nome Estrela Velha começou a ser definida em 1920, quando foi construída uma casa grande, sobre uma colina, a qual foi toda pintada de branco, utilizada como estabelecimento comercial, tendo como detalhe em sua fachada um escudo em forma de estrela, o qual tinha sido encontrado durante as escavações para a construção da casa. Conta-se que o escudo foi deixado neste local por combatentes que estiveram por ali acampados durante as revoluções, visto esta área ser rodeada por água, fator que os protegia por dificultar o acesso do inimigo.

A casa branca da estrela sempre serviu de estabelecimento comercial, tornando-se assim, ponto de referência para moradores dos arredores e viajantes que cruzavam estas paragens, uma vez que estava localizada à beira de uma estrada geral. Então, a região passou a ser conhecida como Estrela Velha, que originou o nome do Município. Hoje, o local onde se localizava a casa branca fica no centro da cidade.

O município é constituído por 4 distritos: Estrela Velha, Itaúba,Rincão da Estrela e São Luiz.

Fonte: Prefeitura Municipal

Autor do Histórico: NEI OLIVEIRA PEREIRA

Mapa do Rio Grande do Sul - Região de Três Coroas
Estrela Velha, RS
285Km de Porto Alegre