Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo

Ivoti


Ivoti foi colonizada em 1826, com a vinda de imigrantes alemães, que se estabeleceram às margens do Arroio Feitoria, local conhecido como Buraco do Diabo. Dali estenderam-se ao longo do Berghanschneis, ou seja, Picada ou Travessão dos Berghan, dando origem ao atual núcleo urbano.

... Leia Mais
Ivoti foi colonizada em 1826, com a vinda de imigrantes alemães, que se estabeleceram às margens do Arroio Feitoria, local conhecido como Buraco do Diabo. Dali estenderam-se ao longo do Berghanschneis, ou seja, Picada ou Travessão dos Berghan, dando origem ao atual núcleo urbano.

Posteriormente, passou a ser conhecida como Bom Jardim, pela presença de flores nativas existentes no local. Em 1867, este nome oficializado como Terceiro Distrito de São Leopoldo. Entre 1857 e 1864 foi construída, sobreo Arroio Feitoria, a Ponte do Imperador, devido ao grande fluxo de mercadorias que eram produzidas no local e que tinham como destino a capital da província.

Em 1938, Bom Jardim passou a chamar-se Ivoti, palavra derivada da língua tupi-guarani, ipoti-catu, que significa flor.

Em 19 de outubro de 1964, emancipou-se de Estância Velha, que anteriormente pertencia a São Leopoldo.

No ano de 1966, recebeu a primeira leva de imigrantes japoneses, no Vale das Palmeiras, que contribuiu para diversificar a produção agrícola e a evolução cultural do município.

A economia atualmente baseia-se na produção de alimentos no geral, pra consumo humano e animal, coureiro-calçadista, agricultura e comércio. Boa parte dos 22 mil habitantes conservam os costumes e cultura de seus antepassados alemães e japoneses. Em Ivoti, está localizado o maior Núcleo de Casas Enxaimel do Brasil e a maior Colônia Japonesa do Estado.
Mapa do Rio Grande do Sul - Região de Três Coroas
Ivoti, RS
45Km de Porto Alegre