Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Ministério do Turismo
Início do conteúdo

Araricá

No final do século passado e início deste, várias famílias de origem germânica se radicaram na encosta do Morro Ferrabraz, parte de um projeto de área concedida e ao Barão do Jacuí, pelo Imperador D.Pedro II, terras de imediações dos limites de São Leopoldo a Taquara, numa proposta de colonização planejada. A área rural é divida em linhas, ligando pontos de referência geográfica, chamadas travessões, subdivididas em 48 hectares e aí fixando as primeiras famílias de colonizadores.

O Barão do Jacuí a partir de 1870, loteou as terras do Amaral Ribeiro ( que na época era chamada de Ratzemberg) e Nova Palmira (Araricá). Esta última havia sido escolhida para a sede da colônia. Foi elaborado um plano urbano, traçando as ruas da futura cidade. Também foi construído uma igreja grande em lugar elevado, para os moradores católicos. Com o desenvolvimento mais rápido de Sapiranga, superando Nova Palmira, tornando-se assim o ponto central da região.

Em 15 de agosto de 1903, o progresso chegou à Araricá, com a inauguração da linha férrea que se estendeu até Taquara, trazendo grandes benefícios para a localidade de Nova Palmira (Araricá). Em 1922 surgiram os primeiros automóveis e por volta de 1950 começaram a circular as primeiras linhas de ônibus.

Mapa do Rio Grande do Sul - Região de Três Coroas
Araricá, RS
63Km de Porto Alegre