Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo

Candelária


No século XVII, os espanhóis tentaram penetrar nos territórios à margem esquerda do Rio Uruguai, mas recuaram em razão da hostilidade dos indígenas. Aos jesuítas foi dado então o encargo de conquistar as terras para a Espanha. Em 1633, eles fundaram a Redução Jesus-Maria. Em 1636, o Bandei ... Leia Mais
No século XVII, os espanhóis tentaram penetrar nos territórios à margem esquerda do Rio Uruguai, mas recuaram em razão da hostilidade dos indígenas. Aos jesuítas foi dado então o encargo de conquistar as terras para a Espanha. Em 1633, eles fundaram a Redução Jesus-Maria. Em 1636, o Bandeirante Raposo Tavares destruiu a Redução, marcando assim, o fim da obra jesuítica na região. Esse foi o início da história de Candelária. Cem anos após, iniciou-se o povoamento luso-brasileiro, devido à abertura da Estrada do Botucaraí, que ligava o município de Rio Pardo a Soledade. Por volta de 1862, chegam a Candelária os primeiros imigrantes de origem alemã, fundando, em 1866, a povoação Germânica, que se situava entre os arroios Laranjeiras e Molha Pequeno. Ao chegar o século XX, o núcleo urbano situava-se ao longo da Rua do Comércio, hoje Av. Pereira Rego. Em 1917, reuniram-se lideranças locais para tratar da emancipação, mas o movimento foi suspenso devido a 1ª Guerra Mundial, sendo retomado no ano de 1924. Em 7 de julho de 1925, o Presidente do Estado, Borges de Medeiros, assinou o decreto de criação do município de Candelária. Com uma área de 939 km², o município é sedimentado no centro do Estado distante 182 km da capital e limitando-se com os municípios de Vera Cruz, Santa Cruz, Cachoeira do Sul, Passa Sete, Vale do Sol, Cerro Branco, Novos Cabrais, Sobradinho e Rio Pardo.
Mapa do Rio Grande do Sul - Região de Três Coroas
Candelária, RS
184Km de Porto Alegre