Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo

Antigo Prédio Banco do Brasil

Endereço
Av. Bento Gonçalves, 4182 - Centro, Pelotas - RS, 96015-140, Brasil

Sobre o Atrativo

Localizaçao: Praça Coronel Pedro Osório, n°67 Funcionamento: Segunda a Sexta 8:00 as 18:00 Telefone para informaçoes: (53) 3227-3393 Nao é cobrada taxa para visitaçao. Um pouco da história Construçao: 1926 a 1928 O edifício locali ... Leia Mais
Localizaçao: Praça Coronel Pedro Osório, n°67 Funcionamento: Segunda a Sexta 8:00 as 18:00 Telefone para informaçoes: (53) 3227-3393 Nao é cobrada taxa para visitaçao. Um pouco da história Construçao: 1926 a 1928 O edifício localizado junto a Praça Coronel Pedro Osório, esquina Praça Sete de Julho, foi construído para sediar o Banco do Brasil, pois mesmo possuindo uma filial fundada em 1918 na rua Sete de Setembro, era desejo da diretoria do banco construir uma sede de grande porte na Praça da República, atual Praça Coronel Pedro Osório, o que veio efetivamente a ocorrer. Sua construçao foi autorizada pelo Sr. James Darcy, ex-representante do Rio Grande do Sul no Congresso Nacional e presidente do Banco do Brasil. Assim,o novo prédio teve projeto elaborado pelo engenheiro Paulo Gertum e começou a ser edificado em 1926 e foi inaugurado em 14 de julho de 1928. Os dois primeiros pavimentos do prédio eram destinados ao uso do banco e a mansarda utilizada como residencia do gerente. No último pavimento localizava-se a residencia do gerente do banco e sua família, o Sr. Edgar Maciel de Sá, e segundo publicaçoes da época - Almanach de Pelotas ano 1929, - todos os equipamentos e mobília desta instituiçao representavam a imponencia do empreendimento que surgia na cidade. O edifício é dotado de volumetria do Ecletismo Historicista, possui dois pavimentos e mansarda, destacando-se na paisagem pela riqueza de seus elementos compositivos, principalmente pela cúpula, sacadas de púlpito, cimalha trabalhada, delicados arabescos, pilastras com capitéis coríntios e embasamento em pedra.Também o aumento das dimensoes arquitetônicas sao elementos que remetem a ordem colossal da edificaçao. O relógio acima do acesso principal, na esquina da Rua Quinze de Novembro, orientou, por muitos anos, a populaçao que por ali transitava. No alto da cúpula um pequeno mirante ainda lembra os velhos tempos das observaçoes das embarcaçoes no porto, indispensável na época do intenso e pioneiro comércio de Pelotas. Muitos materiais da construçao foram importados da Europa, assim como os da decoraçao interna, filetes dourados, frisos de mármore e outros, desenvolvida pelo artista e arquiteto Fernando Corona. Por 58 anos o Banco do Brasil prestou serviço aos investidores, pecuaristas, comerciantes, economistas e toda sorte de clientela, até que novamente foram sendo exíguas as suas dependencias, tornando-se necessária a construçao de uma nova sede. Em 1972, o prédio foi desapropriado para dar lugar a Câmara de Vereadores, nao sendo por esta ocupado. Instalou-se nele então, a Secretaria Municipal de Finanças. Considerado um dos mais belos edifícios da cidade, faz parte do importante conjunto de valor histórico e cultural do Município, juntamente com os prédios do entorno da Praça Coronel Pedro Osório: Prefeitura Municipal, Biblioteca Pública, Teatro Sete de Abril, Casaroes no 2, no 6 e no 8, Clube Caixeiral, Casa da Banha e Grande Hotel, muitos destes, tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.
Mapa do Rio Grande do Sul - Região de Três Coroas
Pelotas, RS
243Km de Porto Alegre