Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo
  • Início
  • Roteiros
  • Caminhos de Monte Belo: Vieni Vivere la Vita (Cicloturismo)

Caminhos de Monte Belo: Vieni Vivere la Vita (Cicloturismo)

Informações

Um roteiro completo
Quem visita Monte Belo do Sul tem a oportunidade de conferir atrativos únicos, a começar pelas paisagens naturais. O recém-inaugurado mirante na entrada da cidade dá o tom do que o turista irá encontrar no caminho: uma vista deslumbrante das colinas que circundam o município. Outro atrativo semelhante pode ser encontrado na comunidade de Nossa Senhora de Caravaggio, no interior: o mirante Dal Castel. A vista panorâmica que se tem lá é considerada uma das mais belas da região.
Junto à Praça Padre José Ferlin e ao Largo Antônio Manzoni, a Igreja Matriz São Francisco de Assis é um símbolo que caracteriza Monte Belo, já que as duas torres da construção com 65 metros de altura são avistadas de diversos pontos da região. No centro, ainda é possível visitar a Piazza Schiavon. Casas e construções históricas também podem ser apreciadas no passeio pelo município.

Vinhos, sucos e espumantes
Fazendo jus ao título que o condecora como referência na produção vinífera, o roteiro dentro do município é repleto de vinícolas algumas delas, inclusive, prezam pela elaboração de vinhos e espumantes através de vinificação natural, com a mínima intervenção possível, sem adição de químicos ou conservantes (caso da Faccin Vinhos e da Domínio Vicari, ambas localizadas na Comunidade Linha Armênio Baixa). Outras exploram as potencialidades naturais ao oferecerem atividades ao ar livre. Exemplo disso é a especialista em sucos de uva Famiglia Tasca, situada na Comunidade de Santo Isidoro. A propriedade conta, também, com um museu onde é possível entender a vitivinicultura da região em um espaço que narra um tempo de luta, de trabalho, mas de muita união familiar e comunitária.
Um dos principais diferenciais da produção vinícola montebelense é o selo de Indicação de Procedência (IP) das uvas cultivadas no município e a Denominação de Origem (DO) do Vale dos Vinhedos, que abrange parte do território ? certificações que atestam os padrões de qualidade presentes no processo vitivinícola da cidade.
Essas outorgas, portanto, legitimam a elaboração de excelentes vinhos e espumantes das vinícolas familiares de Monte Belo: De Mari, Caturetã, Calza, Faé, Milani, Reginato, Moro, ValleBello, Casa Fantin (que também disponibiliza uma antiga casa de pedras para almoços e jantares), Somacal (com elaboração de vinhos e licores), Casa Marques Pereira, Vinhedos Capoani, Monte Bello, Megiolaro, Adega Giovanni Tasca, Vinhas do Tempo, Vinhos Pasquali e Dom Riccardo.

Farra gastronômica
A farta gastronomia típica italiana também não poderia ficar de fora e há opções tanto para quem deseja uma experiência gastronômica mais caseira e colonial quanto aos que preferem uma gastronomia mais refinada. Em Monte Belo, o convite é para mergulhar nas iguarias dos antepassados. Em ambientes que adentram construções antigas e revitalizadas, o cardápio conta com pratos típicos como sopa de capeletti, tortéi, galeto e sagu ? caso do mais tradicional restaurante da cidade, o Nonna Metilde, com mais de 15 anos de atuação. Menus diferenciados, mas que mantém a singularidade da culinária local, também podem ser encontrados na Casa Olga e no recém-inaugurado Francesco Trattoria, bem no centro do município. Outras boas opções na área central são o Café Faccin, Ernesto Restobar, Rota 444 Pesticaria, Restaurante Bella Serra e Restaurante e Lancheria Corbelini. Já na Comunidade 80 da Leopoldina, o Bello Sapore preza por produções familiares para oferecer uma experiência gastronômica que pode ser apreciada tanto em ambiente interno quanto em um belo espaço ao ar livre.
A cidade também conta com agroindústrias familiares que comercializam geleias, massas, pães e itens de artesanato ? transmitindo a autenticidade das produções locais. Casa Lovisa, Dona Maria, Produtos Coloniais Gabriel, Lucila Viel, Agroindústria Montagna e JRA Sabores são exemplos do corredor agroindustrial local ? bem como a Produtos Patroa, que prepara os mais diversos temperos, condimentos, especiarias, frutas secas e chás, o Artesanatos Milani e o Artesanatos Benatti, que comercializa itens feitos em palha de trigo.

Atrativos à parte
A arte da tanoaria é uma das exclusividades presentes no roteiro. Em extinção no Brasil, essa atividade permanece viva nas mãos dos tanoeiros da Tanoaria Mesacaza e Tanoaria Monte Belo, responsáveis pela confecção ou restauro de muitos barris onde repousam os grandes vinhos da Serra Gaúcha e de outras regiões do Brasil ? e até de outros países importadores. Outra opção se estende aos apreciadores de cogumelos, com produtores familiares que cultivam espécies em propriedades locais, como o De Costa Cogumelos e Alho Negro (na comunidade Santo Isidoro) e o Pôr do Sol Cogumelos (na Linha Pederneiras).
Para agregar ao roteiro, o projeto grandioso do castelo construído com muitas e pesadas pedras da Cave Brandalise está posicionado como cartão postal para fotos próximo a entrada da cidade ? o estabelecimento, inclusive, serve refeições aos finais de semana. Adentrando um pouco mais ao município, há a Casa Biasotto, que fica próxima ao centro de Monte Belo do Sul, mas tem um ar interiorano e bucólico que conquistou Selton Mello e toda equipe de \"O Filme da Minha Vida\". A família aproveitou o interesse dos visitantes por conhecer as locações da produção audiovisual e oferece, além do belo cenário, um café colonial típico italiano (sob agendamento).
Além deles, vale reservar um tempo na agenda para conhecer a propriedade de um autêntico artificie das facas, a Filippon, que confecciona artefatos com acabamentos em materiais exóticos e raros. Outra boa pedida é a Senzafine (que em italiano significa ?sem fim?), uma pequena propriedade rural que hoje produz uvas e lavandas de forma ecológica, sem o uso de nenhum tipo de agrotóxico. Já se a proposta é brindar encontros, a pedida certa é o espaço da Parole Eventos, na Comunidade de Santo Isidoro.

Eventos que fortalecem a cultura
No coração da cidade, eventos como o Polentaço (com a única exposição de esculturas de polenta do mundo, junto ao tombo de polentas gigantes) e o Vieni Vivere la Vita Festival transmitem a essência turístico-cultural do município. Já a Festa de Abertura da Vindima abre os trabalhos para a colheita da uva e exalta a vocação vinícola da região.

Para quem gosta de turismo em meio à natureza
As rotas de Monte Belo também são repletas de trilhas em meio às paisagens naturais. Cachoeiras, vistas deslumbrantes e paradas estratégicas para apreciar os atrativos do município fazem parte de roteiros que são explorados por grupos guiados por empresas que organizam eventos desta linha. Caminhadas, acampamentos e aventuras em trilhas transformam as estradas de chão batido, campos e fazendas do interior do município em um verdadeiro cenário para o turismo em meio à natureza.

Telefone: (54) 99695-1928


Site: http://www.visitemontebelo.com.br/


Redes Sociais: