A cidade

O município de Mampituba possui uma característica natural: o rio que emprestou seu nome à cidade é formado por muitas curvas definindo, assim, a paisagem e as formas do município. Mampituba é privilegiado por suas belezas naturais como montanhas, acidentes geográficos, rochedos, paredões e gargantas, belvederes, o Canyon Josafáz, a Laje do rio Mampituba, a Cascata dos Borges e a Cascata da Jovita, que tornam o lugar ideal para passeios e visitações. A cidade oferece possibilidades de atrações como turismo rural e sua gastronomia a partir da produção local (destaque para a banana e o marcacujá), trilhas e esportes radicais no Rio Mampituba. São eventos tradicionais em Mampituba a Festa Municipal da Banana, que ocorre no mês de junho, sendo ela a celebração da principal atividade econômica do município; a Festa da Natureza, que é realizada em outubro, destacando-se nela as atividades voltadas ao tema \"Meio Ambiente e sustentabilidade\", assim como a divulgação dos pontos turísticos locais; Natal das Cascatas, em dezembro e outros eventos em várias épocas do ano.  As belezas naturais, a hospitalidade dos moradores, as questões históricas e culturais, as ações organizadas e planejadas abrem horizontes e, assim, o TURISMO passa a ser uma atividade promissora no município. Histórico do Município O municí­pio de Mampituba - 7º distrito de Torres/RS- emancipado em 28 de dezembro de 1995, tem uma característica natural: o rio de muitas curvas que define a paisagem e as formas do municí­pio e que faz divisa com Santa Catarina e a Serra Geral. Com a colonização basicamente açoriana, com o decorrer dos tempos passou a ser ocupado também por descendentes de alemães e italianos. Aproximadamente em 1880 começou a formação das comunidades: Mampituba-Sede, Costãozinho, Rio de Dentro e Roça da Estância. Na medida que as estradas foram sendo abertas, formaram-se as demais comunidades: Vila São Jacó, Cambraia, Vila Broca, Vila Matias, Alto Rio de Dentro, Chapada do Morro Bicudo, Taquaruçu, Rio da Invernada, Rio do Meio, Rio da Panela e Santa Luzia. No início de 1940, teve a estruturação das serrarias e indústrias de engenho de cana de açúcar e seus derivados. Após um trabalho de conscientização realizado no município através de uma comissão de emancipação. No dia 15 de março de 1995, saiu a credencial através do Deputado José Otávio Germano, Presidente da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, tendo em vista o parecer favorável de criação do município. Com o processo de emancipação a comissão após consulta ao IBGE, entendeu que o município teria uma melhor identificação com o nome de MAMPITUBA, rio em que toda a região é banhada pelos seus afluentes, fazendo divisa com os Estados do Rio Grande Do Sul e Santa Catarina. A economia do município é basicamente agrícola, baseada na produção de: arroz, banana, fumo, cana-de-açúcar, hortifrutigranjeiras, pecuária e extração mineral (pedra grês). Hospedagem, temos a casa do vale verde e varias residências coloniais. Em Mampituba temos vários pontos turí­sticos que estão em desenvolvimento: engenhos de cana de açúcar e seus derivados. Belvedere. Laje de Mampituba. Rizipiscicultura. Cascatas: dos Borges e Jovita. Encontra-se alguns acidentes geográficos como o Canyon Josafáz, rochedos, paredões e gargantas.

Roteiros

Como chegar

Mampituba está localizada a 208 Km da capital Porto Alegre.

Contatos

DDD: 51

DDI: 55

http://www.mampituba.rs.gov.br


UM ESTADO QUE TEM TUDO PARA VOCÊ APROVEITAR O TEMPO TODO!